:Um modo de vida/ tolerância / Jesus (AS) / Cristãos / Direitos Huma
  Non - Arabic Articles Portugal

: Um modo de vida/ tolerância / Jesus (AS) / Cristãos / Direitos Huma
: webmaster

Movimento Anti-Ahmadiyya do Isla

Um modo de vida/ tolerância / Jesus (AS) / Cristãos / Direitos Humanos / Conclusão

(Translation by and posted with permission from Br RG)

 

A estória de Ahmadiyya no Islã está entrementes bem do*****entada.

(1) Sob a aparência do Islã, Os Ahmadis enganadoramente aproximam-se de Muçulmanos e tentam “converte-los” ao seu Movimento. Contudo, nesse meio tempo, A communidade Muçulmana (Ummah) por consenso declarou este Movimento como herético e fora da congregação do Islã ( Rabita 1974) .

Diante deste problema, A Ahmadiyya mudou seu raio de ação para o Ocidente. E o que a Ahmadia faz lá? Com sua estória de “amor para todos, ódio para ninguém”, novamente tenta vender uma grande decepção. Eles recebem calorosas boas-vidas em muitos países ocidentais, com freqüência predominantemente Cristãos, que estão totalmente inconscientes dos verdadeiros ensinamentos deste Movimento com relação a Jesus (AS) e que estão completamente inconscientes da verdadeira atitude de Ahmadis em relação a todos os que não aceitam o seu Messias Prometido. Acima de tudo, eles têm tentado usar o Ocidente para promover a causa de alegadas violações dos Direitos Humanos enquanto de fato este Movimento em si viola uma série inteira de Direitos Humanos e os verdadeiros números de perseguições no Paquistão nos contam uma estória que abre os nossos olhos. No próximo capítulo, cada um destes tópicos será discutidos.

AHMADIYYA E A DECEPÇÃO DA TOLERÂNCIA RELIGIOSA

Ahmadiyya faz muito alarido e gritaria sobre alegada intolerância religiosa contra eles. Contudo, nós convidamos o leitor para ler os seguintes comentários do Fundador do Movimento, Mirza Ghulam Ahmad , sobre aqueles que não pertencem ao seu Movimento. O que se apresenta soa como “amor para todos, ódio para ninguém” para você isso se apresenta como tolerância religiosa? Vejam:

“Exceto pelos bastardos (filhos de prostitutas), cujos corações foram selados por Deus, todos os outros crêem em mim e me aceitam” (Aina-e-Kamalt-e-Islam, Roohany Khazaen, Vol. 5 p. 547)

“Meus inimigos são suínos sujos e suas mulheres são mais desprezíveis do que cadelas.” (Roohany Khazaen, Vol. 14, P. 53; Najmul Huda, P. 10, 53)

“Aquele que não crê em nossa derradeira vitória gosta de tornar-se um bastardo e é destinado a ser o produto de fornicação.” (Roohany Khazaen, Vol. 9, P. 31; Anwar ul Islam, P. 30)

“Eles estão preparados para suar? Não, eles nunca o farão, pois são mentirosos e estão desenraizando o cadáver da falsidade como cães.” (Suplemento para Anjam-e-Atham, P. 25; Roohany Khazaen, Vol. 11, P. 309)

“ Para estas pessoas (Arianos) mentir é o leite da mãe. Eles são Satãs não humanos...” (Nuzool-e-Maseeh, P. 11)

“Estas pessoas de natureza KAMEENA já estavam ansiosas para criticar e, além disso, eles se apossaram de alguns Cristãos perversos e estúpidos e inclinações satânicas instruíram-lhes eles são todos verdadeiros, assim eles também tomaram a suar parte deste rosto Negro e embaraço, que está agora evidente nos rostos dos estúpidos padres cristãos.” (Arya Dharam P. 47)

“Ó estúpido Aryas! Vá e pule em algum poço e mate-se!” (Ibid, P. 62)

“É absolutamente essencial que o erro daqueles malévolos e imbecis (compilador: refere-se aos Judeus e os Cristãos) sejam manifestos”. (Um breve resumo de minha Vida, P. 42)

“Devido às instigações do mesmo estúpido Pandit, teve o direito... Este Hindu letrado de cérebro seco foi absolutamente infeliz e desprezível... ele foi uma pessoa extremamente estúpida e por esta razão ele também foi um homem orgulhoso de primeira linha.” (Sat Bachan, ). 9)

“Os ensinamentos de Jesus arruinaram toda a Europa já que permitiu liberdade incondicional e irrestrita. Tanto que resultou em todas (as práticas) de adultério e fornicação como porcos e cães...” (Nur-ul-Quran, Roohany Khazaen, Vol. 9, P. 416)

(Sobre os Cristãos) “Estas pessoas foram compelidas a fazer uso da falsidade, fingimento e fraude, engano, falsificações a fim de separar as pessoas com nojo de uma fé viva... Caro irmão! Estas são pessoas com o coração negro que não temem a Deus, que estão tentando dia e noite fazer as pessoas amarem a escuridão e abandonarem a Luz” (Chasma-i-Masihi, P. 14)

“Abdul Haq Ghaznavi... O BADZAAT judeu natural! Nisto os rostos de Padres tornaram-se negros e os seus também... O KHABEES! Quantos tempos ainda viverão?... Especialmente RAEES-ud-DAJJALEEN (Chefe dos Dajjals) ABDUL HAQ GHAZNAVI e seu clã inteiro, sobre eles possam cair um milhão de maldições de ALLAH O PALEED DAJJAL (Imundo Dajjal)! O preconceito te cegou! (Zanima Anjam-e-Atham, Roohany Khazain Vol. 11, pp. 45,46)

“O ignorante diz que tudo isto é absurdo. Isto é porque o imbecil não sabe quais os poderes que Deus possui (Exoneração, Lahore Internet ed. P. 23 parte de Kitab al-Bariyya)

AHMADIYYA E SEUS PENSAMENTOS SOBRE JESÚS (AS)

A TODOS OS CRISTÃOS NO MUNDO POR FAVOR, LEIAM ISSO!

“Qual é a sua opinião sobre o caráter do Messias? (isto é que Jesus) era uma pessoa alcoólatra e glutona, nem abstinente nem um Adorador Piedoso nem um procurador de Verdade. Ele era um orgulhoso e autopresumido requerente da divindade.” (Nur-ul-Quran, Roohani Khazain, Vol. 9 p. 387)

“(Jesus) tinha o hábito de dizer obscenidades e freqüentemente usava linguagens grosseira.” (Zamina Anjam-e-Atham, Roohany Khazaim Vol. 11 P. 289)

“Uma (pessoa) astuta e malvada que tinha a alma do Messias da cabeça aos pés.” (Zamima Anjam Altham, Roohany Khazaim, Vol 11 P. 289)

“(Quando na cruz) Jesus não pode retratar-se como um homem piedoso, pois as pessoas sabiam que ele era um alcoólatra glutão e estes péssimos hábitos não clamavam divindade, mas parecia que desde tenra idade ele tinha (estes hábitos). Portanto, chamar divindade é um dos males provocados pelo alcoolismo.” (Satt Bacham, Roohany Khazaim, Vol. 10 p. 296)

“Ele (Jesus) não tinha nada a seu crédito exceto astúcia e engano.” (Anjam-i-Atham, Roohany Khazaem, Vol. P. 291, adenda)

“Jesus realmente sofria de epilepsia e esse foi o motivo que ele usou para ver sonhos... Jesus tinha realmente se tornado insano devido á epilepsia.” (Satt Bacham, Roohany Khazaem, Vol. 10, P. 295)

“Eu gostaria que tal pessoa (Jesus) não tivesse vindo ao mundo.” (nur-ul-Quran, Roohany Khazaen, Vol. 9 P. 471)

“As profecias deste homem desamparado (Jesus) foram meramente que terremotos, fomes, secas e guerras ocorreriam... Por que aqueles estúpidos Judeus viram estas ocorrências comuns como profecias?” (Anjam-i-Atham, Roohany Khazaen, Vol. 11 P. 288 Adenda)

“A quem podemos expressar nosso luto que três profecias do Messias provam ser falsas? (“Ajaz-i-Ahmadi, Roohany Khazaen, Vol. 19. P. 121)

“As três avós maternas e paternas de Jesus eram fornicadoras e prostitutas de cujo sangue Jesus veio à existência.” (Anjam-i-Atham, Roohany Khazaen, Vol. 11, P. 291, adenda)

“Jesus tinha uma inclinação por prostitutas talvez devido ao seu antigo relacionamento com elas...” (Anjam-i-Atham, Roohany Khazaen, Vol. 11. P. 291, adenda)

AHMADIYYA E SEUS PENSAMENTOS SOBRE OS SEUS ANFITRIÕES CRISTÃOS... 

Isto é o que o “Amor para todos, ódio para ninguém” Ahmadis pensam das pessoas nos países onde procuram refúgio:

“Era absolutamente essencial que o erro daqueles fazedores do mal e imbecis fosse manifesto.” (Um breve relato de minha vida, P. 42)

“Um povo cujo Deus é uma fé morta, cujo livro é um livro morto e que eles mesmos por carência de olhos espirituais estão mortos.” (Chasma-i-Masihi, P. 13)

“Estas pessoas foram compelidas a fazer uso da falsidade, fingimento e fraude, engano, falsificações a fim de separar as pessoas com nojo de uma fé viva... Caro irmão! Estas são pessoas com o coração negro que não temem a Deus, que estão tentando dia e noite fazer as pessoas amarem a escuridão e abandonarem a Luz.” (Chasma-i-Masihi, P. 14)

“Lembre-se que estas pessoas são cegas e todos os seus livros são cegos.” ( Chasma-i-Masihi P. 36)

“Eles são um povo cego, eles não tem neles a luz da fé.” ( Chasma-i-Masihi, P. 39)

“Vocês não sabem que a virilidade é o atributo do homem. Ser impotente não é qualidade recomendável tanto quanto ser surdo e mudo não são recomendáveis. Este é um ponto válido que o Messias foi completamente destituído das maiores qualidades masculina (virilidade) e não pode deixar um exemplo prático de uma vida social reta e perfeita com suas esposas. Portanto, as mulheres européias tiraram vantagens da extremidade vergonhosa frouxidão e cruzaram os limites com as conseqüências de atos impronunciáveis, fornicação e adultério.” (Nur-ul-Quran, Roohany Khazaen, Vol. 9, P. 392 e 393)

“Agora isto também deve ser lembrado que a coleção de livros religiosos dos homens da igreja são uma massa inútil que é realmente vergonhoso possuí-los.” ( Chasma-i-Masihi, P. 16)

AHMADIYYA E SEU ABUSO DOS “DIREITOS HUMANOS”

O abuso do tópico DIREITOS HUMANOS é duplo.

(1)    (1)Primeiro de tudo, o próprio Ahmadiyya viola vários artigos da Declaração dos Direitos Humanos. As crianças deste movimento são dadas ao Movimento desde a idade de um ano de idade para serem treinados como futuros missionários. Ahmadia pagam 10 a 30% de suas rendas mensais a este Movimento, as mulheres são encorajadas a terem um emprego e gastarem todos os seus ganhos pela causa da Associacao Ahmadia. O Movimento interfere com a privacidade das famílias, e zombam da liberdade de expressão. Há algum tempo atrás, o Califa ordenou aos membros a retirarem os seus próprios websites. Para uma exposição detalhada sobre isto, eu volto a “Ahmadiyya e a violação dos direitos humanos” (2).

(2)    (2)O Movimento tem tentado fazer um caso das alegadas “Perseguições Sistemáticas” no Paquistão. No seu zelo pelo seu caso, eles colocam os números em um websites. O Movimento Anti-Ahmadiyya analisou estes números e chegou a conclusão que nós estamos falando sobre encargos contra 0,0005% a 0,0003% da população Ahmadiyya no Paquistão! (3).

CONCLUSÃO

Parece que após ter tentado o seu melhor para enganar o mundo Muçulmano sob a aparência do Islã, e seguindo a exposição desta decepção, Ahmadiyya está agora tentando o seu melhor para enganar o Ocidente. Eu espero que o conteúdo acima ilustre que isto não é apenas um caso de seita que foi declarado fora da congregação do Islã. O Movimento é uma ameaça ao tecido social e moral de toda sociedade. Por este objetivo, ele usa a congregação de tudo que é útil: religião, direitos humanos...

Que fique claro que eu não quero causar ou promover qualquer nível de intolerância por estas pessoas. Meu objetivo é claro e simples: expor a decepção deste Movimento de modo que o Ocidente saiba sobre o que é este Movimento.

(1)    (1)Ahmadiyya: O que é?

(2)    (2)Ahmadiyya e a Violação dos Direitos Humanos

(3)    (3)Ahmadiyya e a perseguição: uma montanha que produziu um camundongo

http://alhafeez.org/rashid/

 

:   admin       (   )
: 0 /5 ( 0 )

: 26-11-2009

: 529